Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), aliado ao álcool, o cigarro provoca dez vezes mais chance de câncer de cavidade oral. Porém, certos hábitos também podem ser nocivos à saúde, tais como a exposição em excesso ao sol (responsável pelo câncer de lábio) e próteses dentárias mal fixadas.

É comum as pessoas acharem que é só uma pequena ferida e que logo irá cicatrizar, não necessitando de cuidados. Mas, infelizmente, muitas vezes esses machucados são sinais de algo mais grave, aí quando se visita um especialista a doença já está em estado grave. O melhor tratamento é a detecção precoce do problema.

Além do câncer bucal (o 5º tipo mais comum no Brasil), tem se registrado que cerca de 45% das doenças cardíacas provém de descuido na saúde bucal. Os números de aumentos de casos, em um primeiro momento não é um mau sinal. Pelo contrário, quer dizer que as doenças estão sendo detectadas e encaminhadas para tratamento.

Fique atento aos Perigos e Cuidados:

– Sem escovação adequada, bactérias se proliferam na boca;

– Através de qualquer machucado elas podem atingir a corrente sanguínea;

– Chegando ao coração, se instalam no endocárdico comprometendo o funcionamento das válvulas cardíacas;

– O problema se agrava em pacientes cardíacos e pode matar.

Prevenção:

– Ir ao dentista regularmente;

– Utilizar o fio dental;

– Escovação diária e correta.

HPV e o índice de câncer:

O índice entre jovens e idosos que apresentam o Papiloma Vírus Humano (conhecido pela sigla HPV) é alto, e está entre um dos responsáveis pelos casos de câncer bucal no Brasil. De acordo com a Associação Brasileira de Cirurgiões-Dentistas (ABCD), o motivo é a mudança de comportamento nas relações sexuais. “O HPV é um vírus altamente transmissível e não necessariamente precisa da prática do sexo em si. A contaminação pode acontecer apenas com o contato bucal sem preservativos nas regiões infectadas”, afirma o presidente do ABCD, Silvio Cecchetto.

Na cavidade oral, o vírus atua criando verrugas na região do palato (céu da boca) e na garganta. Essas infecções podem se transformar em câncer. “Não existe apenas uma causa de câncer bucal. O HPV é uma delas. Somando a uma higiene pobre, alimentos gordurosos, açucarados demais, as chances aumentam. Em caso de ferida que não tenha curado em 10 ou 15 dias, é recomendável procurar um especialista”, Silvio adverte.


Saiba mais sobre as consultorias de marketing da DMA pelo e-mail contato@dmagencia.com
DMA – Dental Marketing Agency ®