Os dentes são formados por cálcio e possuem um revestimento chamado “esmalte”, que muitos imaginam ser uma proteção simples, mas que, na verdade, se trata do tecido mais resistente do corpo humano!

Esse tecido, em sua maioria, é composto por componentes não-orgânicos, tal como cálcio e vitaminas. Seu “combustível” para esses materiais vêm, justamente, da alimentação. Portanto, “comer certo” é mais que apenas uma questão de moda fitness, é uma prática que realmente auxilia em várias partes do corpo.
No caso dos dentes, os principais elementos para deixá-los fortes são: Vitamina D e Cálcio! Mas onde “arrumar” tais “materiais”?

Cálcio: 

Essa substância é encontrada no leite e seus derivados, mas também existem outros alimentos igualmente ricos em cálcio, como feijão, brócolis, caruru(o prato) ou Castanha do Pará.

Vitamina D:

Presente em carnes, peixes e frutos do mar no geral. Cogumelos, ovo e leite também são excelentes fontes.

O ideal é consumir 1000 mg de cada uma dessas vitaminas. A Vitamina C, que não citamos antes, também é muito importante para a gengiva – um dos sintomas dessa falta de vitamina é o sangramento.

Muitas vezes, problemas na saúde bucal são causadas por faltas alimentares e não por má higienização, portanto fique sempre de olho nos sintomas e na sua alimentação.
Caso ocorra sangramentos em sua gengiva ou algum outro sintoma bucal, conte para seu dentista. Ele poderá ajudá-lo!


Você gostou deste texto, ele foi útil para você?
Deixe seu comentário e compartilhe nas redes sociais!

Saiba mais sobre as consultorias de marketing da DMA pelo email contato@dmagencia.com
DMA – Dental Marketing Agency ®